Publicado por: Guilherme Júnior | segunda-feira, 20 agosto, 2007

Miscelânea Cultural ressalta valorização da mulher negra

(matéria publicada no Agência Facos de 19/08/2007) 

Valorizar a cultura negra, sobretudo das mulheres. Esse foi o objetivo da Miscelânea Cultural Negras Artes, que aconteceu ontem no Clube Atlético Santista. O evento foi promovido pela Tituba – Cooperativa de Costura Afro-Brasileira, iniciativa do Coletivo de Mulheres da Baixada Santista, em parceria com movimentos como Educafro, que promove cursos pré-vestibulares para afrodescendentes e carentes, e Intersindical, entidade que reúne os sindicatos dos Metalúrgicos, Servidores Municipais de Santos, Petroleiros e Bancários.

Segundo a professora de antropologia e organizadora do evento, Dida Dias, as mulheres negras sofrem o duplo preconceito por sua condição. Estão pouco inseridas em áreas de excelência do mercado de trabalho, concentrando-se principalmente nos serviços domésticos. “A imagem que é vendida para os turistas é a do apelo sexual. Mulheres que não se enquadram num estereótipo de beleza têm ainda mais dificuldade de conseguir emprego”, afirma. Para valorizar o trabalho das mulheres negras e possibilitar geração de renda é que o Coletivo de Mulheres criou, há um ano, a Tituba. Hoje elas produzem roupas e acessórios com tingimento natural e estampas e símbolos africanos e afro-brasileiros para ressaltar a cultura negra.

No entanto, algumas conquistas são ressaltadas. Dida lembra que no ano passado foi aprovada a lei 10.639, que modifica a Lei de Diretrizes Básicas da Educação e obriga a inclusão da história e cultura afro-brasileira e africana no currículo do ensino básico. “Há um princípio de valorização da cultura negra, principalmente na música, culinária e vestuário. Queremos fazer o desfile das roupas que produzimos, mas colocando-as num contexto maior na qual estão inseridas, que é a cultura negra”.

As alunas do Educafro Thaís Euzébio, Lidiane Silva de Oliveira e Ana Cristina Silva afirmam que, durante o curso, tem aulas de Cidadania, que abordam a questão das dificuldades enfrentadas pelas mulheres negras. Thaís afirma que é discriminada até mesmo por médicos, que não destinam a mesma atenção que dão a mulheres de pele mais clara. Diz que não existem políticas de saúde que atendam a portadores de doenças específicas de negros, como a anemia falciforme. Quanto ao evento, ressaltam a importância para valorizar sua cultura, principalmente pelo fato de ser realizado num espaço voltado principalmente para a classe média-alta.

Entre as pessoas que organizavam a atividade na manhã de ontem, estava a estudante Marli Xavier Cipriano, que conseguiu uma bolsa para estudar Medicina em Cuba. Ela passou por um processo seletivo para conseguir uma das vagas destinadas pelo governo cubano ao Movimento dos Sem Terra (MST). Contudo, afirma que menos de 10% dos beneficiados com as bolsas são negros.

A representante do Sindicato dos Servidores Municipais de Santos (Sindserv), Enaide de Lima, afirma que é importante que os demais movimentos apóiem essas iniciativas para integrar as lutas específicas. Diz que os sindicatos que fazem parte da Intersindical na Baixada Santista contribuíram financeiramente para que o evento acontecesse.

Atividades – a Miscelânea seria iniciada com um cortejo de maracatu com o grupo Quiloa, formado por alunos da UNESP de São Vicente. Em seguida seria servida a feijoada, acompanhada pela apresentação de samba de roda e do cantor Henrique Saulo. Durante o dia aconteceriam oficinas de capoeira, maculelê, culinária afro-brasileira e desfile de roupas étnicas. No período noturno, os destaques seriam apresentações musicais do cantor Zellus, grupo Lampa Trio, Coral Vozes (do Sindicato dos Bancários) e do grupo de hip hop Tarja Preta, formado apenas por mulheres negras.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: