Publicado por: Guilherme Júnior | terça-feira, 16 maio, 2017

‘Eu sou periferia’, literatura marginal nas quebradas de SV

18403171_1889241047987891_5552703197891683606_n

foto: reprodução Facebook

A realidade de periferia sempre esteve presente na vida de Michel Leite Viana, morador da Área Continental, região afastada cerca de 12 km do centro de São Vicente, SP. Transporte lotado e de baixa qualidade, escolas precarizadas, ruas de terra e lama, falta de perspectivas, proximidade com o tráfico e o crime organizado… Mesmo com todos esses entraves e dificuldades, Michel se formou em Educação Física e se tornou professor. Foi com essa vivência que, em 2015, ele lançou o livro “Eu sou periferia”, pela Editora Instituto Caio Prado Jr. (ICP). Lançado de forma independente, o livro é um retrato das vivências e da percepção de Michel sobre a realidade de sua região. A resenha do livro, publicada no blog Princesas Literárias, pode ser encontrada neste link.

Mesmo não sendo uma história real, o texto tem total ligação com a realidade de milhares de jovens que vivem nas periferias Br18342065_1229229473841308_2511296318535876404_nasil afora, sobretudo os que se identificam com o Movimento Hip Hop. O seu trabalho foi valorizado por um dos expoentes da arte marginal do Brasil, Alessandro Buzo. O livro foi destaque em uma das edições do Sarau Suburbano, evento semanal que acontece no Bixiga, região central de São Paulo. Além disso, também foi tema de entrevista feita pelo agitador cultural e radialista Zé Elias, em seu programa “Vozes do Gueto”. É a literatura da periferia vencendo barreiras, quebrando muros e voando alto.

Contato:
– Michel Leite Viana (perfil pessoal): www.facebook.com/michel.leiteviana
– Eu sou periferia (fanpage): www.facebook.com/eusouperiferiamlv
– Celular/WhatsApp: (13) 99104-4010

Sobre o livro:
– Resenha (publicada pelo blog Princesas Literárias): http://princesas-literarias.blogspot.com.br/2017/04/resenha-eu-sou-periferia.html
– Onde encontrar: diretamente com o autor (nos contatos acima), na Livraria Suburbano Convicto, em São Paulo, ou através do site Estante Virtual.

Publicado por: Guilherme Júnior | quarta-feira, 26 abril, 2017

Merchan pra convidar os amigos pro meu niver de 35!

cartaz eletrobis demolidoresEsse blog não costuma ser espaço pra divulgações particulares minhas, mas hoje (me) abro uma exceção. Isso porque no próximo domingo, 30 de abril, eu completo 35 rodadas de existência terrestre. E, para minha sorte, estarei fazendo um som ao vivo, com a banda Elétro Bis. Logo, não tem maneira melhor de comemorar!

Só que não teria graça um dia bacana assim sem a presença dos amigos. Ou seja, esse merchan aqui é pra convidar a todas e todos a comparecer lá no Moto Clube Demolidores, no Jardim Rio Branco, em São Vicente, para comemorarmos juntos. Além de música da boa (eu agarantcho!), também rola um churras 0800! A entrada custa R$ 5,00, mas pode ser trocada por um kilo de alimento não perecível, exceto açúcar ou sal.

Bacana, né? Bora lá curtir o domingão, com boa música e ainda celebrar comigo essa nova etapa. Tá imperdível!

Serviço:

Encontro Mensal do Demolidores M. C. – apresentação da banda Eletro Bis
Domingo, 30 de abril de 2017, a partir das 14h
Rua Donald Alexander Kelman, 235 – Jd. Rio Branco – São Vicente – SP
Entrada: R$ 5,00 ou 1 kg de alimento não perecível (exceto açúcar ou sal)

O local é esse aqui:

Publicado por: Guilherme Júnior | segunda-feira, 24 abril, 2017

Santo de Casa faz milagre de abrir espaço para o autoral da Baixada!

chico osso santo de casaA noite do dia 23 de abril foi marcada por um evento que pretende fortalecer a música autoral na Baixada Santista. Foi o segundo show do Movimento Santo de Casa, articulação de músicos da região que pretende abrir espaços pra quem quer levar ao público suas próprias criações. As bandas convidadas nesta edição foram Garagem Bluseira, Paulo Cézhar Luz & Naipe de Curingas e Chico Osso. Eles se apresentaram no palco da O Quinto Hamburgueria, que abriu suas portas a esse encontro. Quem esteve presente, pode se divertir com estilos bastante diversos, como blues, MPB e reggae, mas todos de excelente qualidade. Os equipamentos utilizados foram cedidos pelo Lobo Estúdio, que também apoia ao movimento.

Disponibilizamos aqui as imagens das transmissões que foram realizadas em tempo real na fanpage do Santo de Casa. Mas, em breve, estarão disponíveis alguns vídeos do evento em melhor definição e qualidade. Aguardem e confiem!

Garagem Bluseira:

Paulo Cézhar Luz & Naipe de Curingas:

Chico Osso:

E em breve tem mais! Dia 07 de maio, a partir das 17 horas, tem mais um show do projeto Santo de Casa. Dessa vez será no Parceria Bar & Música, com as bandas Los Volks e Sexta Dimensão. A casa fica na Avenida Tupiniquins, 07, ao lado da Ponte Pênsil, em São Vicente.

Publicado por: Guilherme Júnior | terça-feira, 4 abril, 2017

Roteiro de Podcast? E daí?

As pessoas que me conhecem sabem que eu sou um nostálgico. Perco uma boa quantidade de tempo revirando arquivos, relembrando histórias e tentando manter registrados e organizados bons momentos vividos e ouvidos. Pois essa semana, revirando as estatísticas desse blog, me dei conta que ele já alcançou a marca dos 10 anos de idade! O primeiro post data de novembro de 2006, no final do meu primeiro ano da faculdade de jornalismo. De lá para cá, são 38 postagens (incluindo essa), sendo que passei longos períodos sem publicar uma linha sequer. Desde o início do ano resolvi dar um mínimo de prioridade a esse combalido blog, mesmo que pouca gente se interesse por ele. (Nesta hora, faço um olhar igual ao do gato-de-botas no filme do Shrek…)

doit_ferramenta

Essa foi a imagem que usamos de marca do podcast durante a sua existência.

Mas voltando ao que interessa, percebi, pelas mesmas estatísticas, que uma das postagens que mais fez sucesso é o Roteiro do Podcast DO IT YOURSELF, que completa uma década de publicação no próximo dia 13 de abril. Trata-se de uma tarefa da disciplina de Novas Tecnologias, no segundo ano da faculdade. Como o título diz, é um roteiro simples para a produção de um podcast voltado para cultura livre, arte independente e tecnologia. Em 2014, ou seja, sete anos depois de publicado, recebi comentários de pessoas agradecendo pelo material. Até agora, o post alcançou cerca de 2,2 mil visualizações. Considerando um blog de pouco alcance como esse, é uma grande marca.

Pois bem! Eu publiquei o roteiro, mas nunca publiquei aqui o podcast pronto. Então, para comemorar esses 10 anos de blog e do próprio post-coringa, ouçam abaixo o podcast Do It Yourself!, também produzido em 2007! Boa audição!

Publicado por: Guilherme Júnior | segunda-feira, 3 abril, 2017

Falta água nas torneiras dos paulistanos, mas não nas grandes empresas

Importante: essa matéria foi escrita em junho de 2015, no auge da crise hídrica da Grande SP, e acabou não sendo publicado pelo jornal que a solicitou. Ainda assim, vale a leitura e avaliar o que realmente foi feito de lá pra cá para mudar essa fragilidade.


Imagine, num momento de crise de abastecimento de água, você ter descontos generosos a medida que aumenta o seu consumo. Pois isso não é imaginação. Mais de 500 empresas e organizações tem o chamado contrato de demanda firme, que asseguram condições especiais de consumo. Do outro lado, a população é duplamente penalizada. Além de ser coagida a reduzir o consumo a uma meta estabelecida a partir de sua média histórica, a Sabesp solicitou a Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de SP (Arsesp) um aumento da tarifa em 22,7%, sob a justificativa de custear as soluções para a crise atual (a Arsesp aprovou um aumento de 15,24%). Mas, qual é a lógica em cobrar mais de quem consome pouco e quase nada de quem consome muito? Leia Mais…

Older Posts »

Categorias