Publicado por: Guilherme Júnior | sábado, 10 junho, 2017

Casal de engenheiros vende trufas no metrô para realizar casamento

20170505_114925.jpg

O casamento será em outubro de 2018.

Em tempos de ‘aluga-se para o dia dos namorados’, é bacana conhecer histórias de casais que, juntos, conseguem vencer grandes barreiras em função de seu amor. Esse é o caso de André e Daiane, que conheci há alguns dias numa estação de metrô em São Paulo.

André de Araújo Santos e Daiane Meireles de Oliveira se conheceram em 2010, quando ingressaram no curso de engenharia elétrica da Uninove, em São Paulo. O curso foi concluído, mas o amor deles permaneceu após o término do curso. No entanto, o diploma universitário não significou, até agora, a garantia de uma carreira profissional estável para ambos. Por isso, eles resolveram buscar uma alternativa para levantar o dinheiro necessário para realizar o seu grande sonho: casar!

Ouça a entrevista com André e Daiane:

Apesar do grande desafio, os dois estão 20170505_115236.jpgconvencidos que irão atingir a sua meta até outubro de 2018, quando pretendem realizar sua desejada festa de casamento. E, para isso, continuam juntos, todos os dias, vendendo suas trufas e adoçando a vida das pessoas com chocolate, amor e companheirismo.

Publicado por: Guilherme Júnior | sexta-feira, 9 junho, 2017

Aula pública: espaço democrático de aprendizado

aula absolonQue tal entender melhor como foi a abolição da escravatura? Quem efetivamente se beneficiou? Essas e outras questões foram trazidas na aula pública promovida por militantes da Associação Cultural ‘José Marti’ no último dia 13 de maio. A data foi oportuna, mas essa não foi a primeira das aulas a céu aberto. As atividades acontecem todas os segundos sábados de cada mês e tratam de assuntos como a origem do capitalismo, técnicas de argumentação e outros, que são decididos coletivamente ao fim de cada uma das aulas. O próximo encontro, que acontecerá no dia 10 de junho, vai tratar da lendária Greve Geral de 1917, os direitos conquistados a partir daí e a relação com a atual proposta de Reforma Trabalhista capitaneada pelo governo Temer. Os facilitadores serão os professores Absolon Soares da Silva e Helena Pontes.

 

Aulas Públicas – edição de junho

aula pública junho.jpg

Publicado por: Guilherme Júnior | quinta-feira, 1 junho, 2017

Batalha ‘Street Japan’ fortalece cena independente do skate em SV

batalha 03Mais de 40 skatistas de três categorias diferentes (mirim, iniciante e amador) participaram da 2ª Batalha de Skate ‘Street Japan’. O evento foi realizado na Rua Japão, em São Vicente, SP, e foi organizado pelo skatista Samir Rogério Franklin. Várias marcas de roupas e equipamentos ligados ao mundo trick também estiveram fortalecendo a atividade. Graças a esses apoios, foi possível realizar um evento desse porte de forma independente, sem interferência de governantes, parlamentares ou políticos.

Confira como foi no vídeo abaixo:

 

Publicado por: Guilherme Júnior | terça-feira, 16 maio, 2017

‘Eu sou periferia’, literatura marginal nas quebradas de SV

18403171_1889241047987891_5552703197891683606_n

foto: reprodução Facebook

A realidade de periferia sempre esteve presente na vida de Michel Leite Viana, morador da Área Continental, região afastada cerca de 12 km do centro de São Vicente, SP. Transporte lotado e de baixa qualidade, escolas precarizadas, ruas de terra e lama, falta de perspectivas, proximidade com o tráfico e o crime organizado… Mesmo com todos esses entraves e dificuldades, Michel se formou em Educação Física e se tornou professor. Foi com essa vivência que, em 2015, ele lançou o livro “Eu sou periferia”, pela Editora Instituto Caio Prado Jr. (ICP). Lançado de forma independente, o livro é um retrato das vivências e da percepção de Michel sobre a realidade de sua região. A resenha do livro, publicada no blog Princesas Literárias, pode ser encontrada neste link.

Mesmo não sendo uma história real, o texto tem total ligação com a realidade de milhares de jovens que vivem nas periferias Br18342065_1229229473841308_2511296318535876404_nasil afora, sobretudo os que se identificam com o Movimento Hip Hop. O seu trabalho foi valorizado por um dos expoentes da arte marginal do Brasil, Alessandro Buzo. O livro foi destaque em uma das edições do Sarau Suburbano, evento semanal que acontece no Bixiga, região central de São Paulo. Além disso, também foi tema de entrevista feita pelo agitador cultural e radialista Zé Elias, em seu programa “Vozes do Gueto”. É a literatura da periferia vencendo barreiras, quebrando muros e voando alto.

Contato:
– Michel Leite Viana (perfil pessoal): www.facebook.com/michel.leiteviana
– Eu sou periferia (fanpage): www.facebook.com/eusouperiferiamlv
– Celular/WhatsApp: (13) 99104-4010

Sobre o livro:
– Resenha (publicada pelo blog Princesas Literárias): http://princesas-literarias.blogspot.com.br/2017/04/resenha-eu-sou-periferia.html
– Onde encontrar: diretamente com o autor (nos contatos acima), na Livraria Suburbano Convicto, em São Paulo, ou através do site Estante Virtual.

Publicado por: Guilherme Júnior | quarta-feira, 26 abril, 2017

Merchan pra convidar os amigos pro meu niver de 35!

cartaz eletrobis demolidoresEsse blog não costuma ser espaço pra divulgações particulares minhas, mas hoje (me) abro uma exceção. Isso porque no próximo domingo, 30 de abril, eu completo 35 rodadas de existência terrestre. E, para minha sorte, estarei fazendo um som ao vivo, com a banda Elétro Bis. Logo, não tem maneira melhor de comemorar!

Só que não teria graça um dia bacana assim sem a presença dos amigos. Ou seja, esse merchan aqui é pra convidar a todas e todos a comparecer lá no Moto Clube Demolidores, no Jardim Rio Branco, em São Vicente, para comemorarmos juntos. Além de música da boa (eu agarantcho!), também rola um churras 0800! A entrada custa R$ 5,00, mas pode ser trocada por um kilo de alimento não perecível, exceto açúcar ou sal.

Bacana, né? Bora lá curtir o domingão, com boa música e ainda celebrar comigo essa nova etapa. Tá imperdível!

Serviço:

Encontro Mensal do Demolidores M. C. – apresentação da banda Eletro Bis
Domingo, 30 de abril de 2017, a partir das 14h
Rua Donald Alexander Kelman, 235 – Jd. Rio Branco – São Vicente – SP
Entrada: R$ 5,00 ou 1 kg de alimento não perecível (exceto açúcar ou sal)

O local é esse aqui:

Older Posts »

Categorias